Sejam bem-vindos ao Camilla Luddington Brasil sua primeira, maior e melhor fonte de informações sobre a atriz Camilla Luddington, mais conhecida por interpretar Jo Wilson em Grey’s Anatomy! Aqui você encontrará informações sobre seus projetos, entrevista traduzida, galeria de fotos, entre outros. O nosso site não é afiliado de maneira alguma com a Camilla, sua família ou seus representantes. Não somos a Camilla e não temos contato com a mesma. Todo o conteúdo do site, fotos, informações, vídeos e traduções pertence ao site, a não ser que seja informado o contrário. Site de fãs para fãs, sem fins lucrativos!

Nesta entrevista divulgada hoje, (26), Camilla Luddington fala sobre como sua vida teve relação com sua personagem em Grey’s Anatomy, as alegrias de trabalhar com tantas mulheres incríveis e por que ela acha que os fãs continuam voltando para mais. Confira a tradução feita por nossa equipe:

CherryPicks: Nós amamos um show criado por mulheres com mulheres na vanguarda! Como tem sido a sua experiência trabalhando ao lado de mulheres tão fortes e poderosas, tanto na vida real quanto como suas personagens – Meredith Grey (Ellen Pompeo), Miranda Bailey (Chandra Wilson), Maggie Pierce (Kelly McCreary) e a criadora/showrunner Shonda Rhimes?

Camilla Luddington: O que eu amo tanto no nosso programa é que não só temos mulheres tão incríveis na frente da câmera – e “Warrior Queens” (como Jo diria) tanto em Shonda Rhimes quanto em Krista Vernoff – temos TANTAS mulheres incríveis atrás da câmera. Infelizmente, ainda é raro ver essa quantidade de mulheres em uma equipe quando você está trabalhando em um set. Um esforço consciente foi feito para garantir que nosso programa eleve as mulheres em todos os tipos de funções em nossa indústria. Estou tão orgulhosa de estar cercado por elas e inspirado por elas diariamente! Eu também nunca fui dirigida por tantas mulheres. É muito emocionante!

Grey’s Anatomy é o programa mais antigo da ABC, atualmente em sua 19 temporada – por que você acha que o público se apaixonou por este programa e por que você acha que ele resistiu tanto tempo?

CL: Temos escritores incríveis que criam consistentemente essas histórias incríveis temporada após temporada. Acho que uma das razões pelas quais o público permaneceu comprometido com o nosso programa também é porque nenhum dos nossos personagens é perfeito. Nós estragamos tudo. Todo. O. Tempo. Somos desafiados, falhamos, aprendemos e nos levantamos. Mesmo quando é DIFÍCIL! Acho que as pessoas podem realmente se relacionar com isso. Também não nos esquivamos de situações muito difíceis do mundo real e dobramos em dizer a elas da maneira mais honesta possível. Por exemplo, fomos um dos únicos programas que não ignoraram a pandemia depois de alguns episódios e seguiram em frente. Passamos uma temporada inteira mostrando o que o mundo estava experimentando. Eu também acho que nosso show traz risadas. Nosso público pode chorar e também sorrir conosco.

CP: Sua personagem, Jo Wilson, foi introduzida na 9 temporada como uma personagem recorrente e depois se juntou ao elenco principal na 10 temporada! Depois de 11 temporadas interpretando o papel de Jo, como você se relaciona mais de perto com ela em um nível pessoal e o que você mais aprendeu sobre si mesma ao desempenhar esse papel?

CL: Jo e eu somos muito diferentes, mas acho que a única coisa que é honestamente a mais semelhante entre nós é que nós duas estamos criando crianças de um ano agora! Ha! Nas cenas desta temporada, enquanto Jo não dormiu porque Luna está com os dentes crescendo, eu realmente não tinha dormido também porque meu filho Lucas também estava com os dentes crescendo. Não é necessária maquiagem cansada para essas cenas; eu entrei no set pronta para ir. O que mais aprendi com ela é seu trabalho contínuo em sua saúde mental. E pedindo ajuda. O que é difícil! Eu não fiz disso uma prioridade para mim até os meus 30 anos. Eu tinha acabado de aceitar viver com um nível de ansiedade depois de ter meu primeiro filho. Jo defende a si mesma, e eu amo isso nela. Aprendi através dela que é poderoso dizer: “Preciso de ajuda. Preciso falar com alguém.”

CP: Jo superou muitas dificuldades ao longo de sua vida – incluindo falta de moradia, abuso doméstico e perda – e agora, como médica, ela dedica sua vida aos outros. O que motiva Jo a continuar?

CL: Eu acho que, no final das contas, ela tem muito amor-próprio, na verdade. Nem sempre estava lá, mas ela fez o trabalho, e agora está. E ela sabe o que merece. Ela sabe que é inteligente, sabe que é uma boa mãe, sabe que é uma boa amiga. Ela luta, é claro, mas no final das contas, acho que ela está motivada por seu próprio valor. O que é realmente incrível.

CP: A família nem sempre é a que lhe é dada; podem ser as pessoas que você escolhe para si mesmo. O que você espera que os espectadores tirem dos relacionamentos que vimos Jo fazer no Grey Sloan Memorial ao longo de suas 11 Temporadas em Grey’s Anatomy?

CL: Eu concordo. Nem todo mundo tem essa família incrível e solidária para se apoiar, para ser uma almofada para eles. Espero que os espectadores que não têm isso sejam capazes de ver que, em uma pessoa como Jo, que não tem família alguma, ela criou seu próprio sistema de apoio. Que você pode construir amizades que o agarrem. Eu vejo isso especialmente em Jo e Link (Chris Carmack).

CP: Jo nos lembra que nunca é tarde demais para seguir seus sonhos quando ela muda de cirurgião geral assistente para OBGYN (ginecologia) – qual seria o seu conselho para alguém que quer fazer uma mudança de carreira?

CL: Faça isso! A vida é muito curta. Se você não está encontrando alegria no que está fazendo, arrisque outra coisa.

CP: Na 17 temporada, Jo adota uma bebê chamada Luna depois de adotá-la. Como mãe na vida real, quais são algumas das lutas que você enfrentou como mãe trabalhadora e você tem alguma sugestão de como Hollywood pode tornar a vida mais equitativa para as mulheres? Alguma dica de autocuidado para novas mães por aí?

CL: Quando eu estava apenas começando na indústria, eu me lembro de pensar que, sempre que chegasse a hora de eu querer um bebê, seria um inconveniente para a minha carreira. Que qualquer show em que eu estivesse não ficaria feliz com isso. Sou TÃO grata por ter estado na Grey’s Anatomy para ambas as gestações, porque somos um local de trabalho que abraça a gravidez e a maternidade. Por exemplo, quando de repente precisamos amamentar no meio da filmagem, fazemos uma pausa. Não há pressão para continuar; somos feitos para sentir que é uma prioridade. Sem remorso. Hollywood pode aprender com isso porque não tenho certeza se essa é a atmosfera em outro lugar.

CP: Quanto às dicas de autocuidado, isso pode parecer bobagem para alguns, mas, ambas as vezes que eu estava grávida, comprei um punhado de conjuntos de moletom e chinelos fofos, etc., e não os usei até depois que o bebê nasceu. Eu sabia que estaria exausto e não havia como eu querer fechar jeans tão cedo, então era uma maneira de eu me sentir “bem” comigo mesmo. Você não teve tempo de tomar banho, cuspiu em você e está cansado, mas pequenas coisas simples como “oh, esses chinelos parecem TÃO aconchegantes e confortáveis” que foram legais.

CP: Você tem algum projeto futuro ou talvez um projeto/colaborador dos sonhos que gostaria de compartilhar?

CL: Estou trabalhando em algumas coisas com meu marido agora, sobre as quais ficarei tão animada para compartilhar e falar quando puder!

Tradução: Equipe CLBR | Fonte.




“Sinto que Jo tirou um tempo para se curar e seguir em frente… então estou pronta para essa nova jornada de amor”, disse Camilla Luddington à PEOPLE, no último dia 09, sobre o futuro de Jo Wilson em Grey’s Anatomy. Confira a tradução feita por nossa equipe:

Quando se trata de sua personagem em Grey’s Anatomy, Camilla Luddington está ansiosa pelo futuro.

Na quinta-feira, a atriz, que interpreta Jo Wilson no drama médico da ABC, falou sobre o que está reservado para a vida amorosa de sua personagem – e se ela consideraria recuperar seu ex-marido na tela, Alex Karev (Justin Chambers), se surgisse a oportunidade.

“Eu sinto que [Alex] saiu de uma maneira tão ruim”, disse Luddington, 38 anos, à PEOPLE na Celebração do 400 episódio de Grey’s Anatomy em Hollywood. “Tipo, como você poderia explicar essa carta? Sinto que Jo tirou um tempo para se curar e seguir em frente. Então, estou pronta para aquela nova jornada de amor.”

Em 2020, o amado personagem de Chambers deixou o Grey Sloan Memorial, sua esposa Jo e sua casa que ele conhece há 16 temporadas. Em quatro cartas diferentes para Jo, Meredith Grey (Ellen Pompeo), Miranda Bailey (Chandra Wilson) e Richard Webber (James Pickens Jr.), Alex explicou – em meio a flashbacks das últimas 16 temporadas – o motivo de sua partida repentina: ele se mudou para o Kansas para ficar com sua ex-mulher, Izzie Stevens (Katherine Heigl), e seus gêmeos de 5 anos.

“Você merece mais do que uma carta”, disse Alex em sua carta para Jo. “Isso aqui, essa covardia, é oficialmente a pior coisa que eu já fiz. É sobre mim, não é sobre você. Você merece muito mais do que isso. Eu te amo, Jo. Adoro que você seja brilhante e corajosa e, não importa o que você passe, nunca deixe que isso a detenha. Isso te deixa mais forte, mais gentil. Você me fez mais gentil. Você me ama exatamente por quem eu era e eu te amei. Eu te amo. Talvez não seja justo dizer isso, mas é verdade. Mas isso também é verdade: estou apaixonado por Izzie.”

“Ela está aqui no Kansas em uma fazenda neste lugar incrível no meio do nada”, continuou ele. “Izzie teve meus filhos e eu sei que você entende o que isso realmente significa. Você, de todas as pessoas, sabe por que eu não posso simplesmente sair agora. Eu tenho a chance de tornar essa família inteira. Preciso dar a essas crianças a família que você e eu nunca tivemos.”

“Eu gostaria que conseguir tudo o que sempre quis não tivesse que machucá-la no processo”, acrescentou. “Mas não posso mentir para você e não posso voltar para casa. Eu não vou voltar para casa, Jo. Eu não posso encarar você. Eu não posso te olhar nos olhos porque eu não seria capaz de ir embora… Obrigado por cuidar de mim quando eu precisava.”

Alex então disse à Jo que havia assinado os papéis do divórcio e deixou sua parte no Grey Sloan Memorial.

Em janeiro de 2020, a ABC confirmou à PEOPLE que Chambers, 51 anos, não estava retornando para a série.

“Não há um bom momento para me despedir de um show e personagem que definiu grande parte da minha vida nos últimos 15 anos”, disse Chambers em um comunicado na época. “Há algum tempo, no entanto, espero diversificar meus papéis de atuação e escolhas de carreira. E, quando faço 50 anos e sou abençoado com minha esposa notável e solidária e cinco filhos maravilhosos, agora é a hora.”

Ele acrescentou: “À medida que passo de Grey’s Anatomy, quero agradecer à família ABC, Shonda Rimes, aos membros do elenco original Ellen Pompeo, Chandra Wilson e James Pickens, e ao resto do incrível elenco e equipe, passados e presentes, e, é claro, aos fãs por um passeio extraordinário.”

Como Alex não está mais na fita, Jo seguiu em frente com sua vida — e encontrou um novo interesse amoroso.

“Ela está namorando um ótimo cara agora em Skylar Astin”, disse Luddington na quinta-feira, referindo-se ao personagem recorrente de Astin, Todd. (Em março, a PEOPLE confirmou que Astin, 34 anos, apareceria em um papel recorrente nesta temporada.)

“Adoro trabalhar com ele”, acrescentou Luddington. “Então, estou animada com a história que [Jo] tem agora.”

Grey’s Anatomy vai ao ar às quintas-feiras às 9 p.m EST na ABC.

Tradução: Equipe CLBR | Fonte.




Na tarde de hoje foi liberado uma entrevista e um ensaio fotográfico da Camilla Luddington concedido para a LA Confidentional Magazine, a atriz falou sobre Grey’s Anatomy, sua personagem Jo Wilson e mais. Confira abaixo a entrevista completa e as fotos:

 

CLBR002.jpgCLBR001.jpg

 

Grey’s Anatomy está se aproximando de 400 episódios e quase 20 anos depois, as reviravoltas e emoções intensas da vida pessoal e profissional dos médicos do Grey Sloan Memorial Hospital sempre foram de alto risco. Depois de entrar em um hiato de inverno, o drama médico retornou no mês passado para a segunda metade da 18a temporada, e LA Confidential pegou Camilla Luddington, que interpreta a favorita dos fãs, Dr. Jo Wilson, para obter informações privilegiadas sobre o programa.
Na verdadeira moda de Grey, o retorno da temporada em fevereiro trouxe o drama. Qual foi a sua reação inicial à primeira vez que leu o roteiro do episódio, particularmente do que aconteceu entre Link e Jo?
A primeira vez que li o roteiro, acho que engasguei audivelmente! Eu não tinha ideia de que estava chegando e fiquei chocado com o quão impulsiva Jo era no momento com alguém que tinha sido seu melhor amigo por tantos anos. Mas quando fomos realmente filmar essa cena, parecia estranhamente fazer sentido que, naquele momento, era que essas duas pessoas precisavam uma da outra. Mas estou nervoso por ela e por ambos, porque sei o quão preciosa é essa amizade e, acima de tudo, não quero que ela estrague nada.
Claro que sem spoilers, mas o que podemos esperar do resto da temporada, especialmente para Jo?
Há MUITA COISA chegando. O que eu realmente aprecio nesta temporada é que não ignoramos de forma alguma que ela está criando esse bebê sozinha. Continuamos a mostrá-la fazendo malabarismos com sua carreira e sua exaustão. Com certeza posso dizer que sua carreira também tenha uma mudança mais desafiadora no final da temporada. E eu posso dizer também que a vida amorosa dela dê algumas voltas e reviravoltas.
A TV mudou muito nos últimos 10 anos, muito menos desde que o programa estreou pela primeira vez em 2005. Por que você acha que a Grey’s conseguiu manter os fãs comprometidos por quase 20 temporadas?
É um testemunho dos nossos escritores. A cada temporada eu penso comigo mesmo, certamente contamos todas as histórias para esses personagens e, claro, não contamos. Algo novo está preparado e acho que o público sabe que está em um passeio selvagem. Eu também acho que esses personagens são confusos. E quem não consegue se relacionar com a bagunça? Eles tomam decisões terríveis o tempo todo, dizem as coisas erradas, amam as pessoas erradas. É tão relacionável. E então suas vitórias também se tornam as vitórias do público. E o show está sempre evoluindo, sempre se adaptando. Isso o mantém fresco, com certeza.
Como é fazer parte de uma série com esse tipo de legado?
Acho que ainda não percebi completamente o que significa fazer parte deste show. Filmamos em nosso próprio mundo, nossa própria bolha e depois vamos para casa para nossas famílias. Eu nem consigo entender o alcance que este programa tem. Eu sempre chamo isso de unicórnio. Eu acho que é tão, tão raro estar em um programa como este e acho que isso nunca mais vai acontecer. 18 temporadas? Quase 400 episódios? É inédito. Isso é inédito.
2022 marca 10 anos interpretando Jo Wilson. Quando você começou sua carreira para ser ator, você já imaginou isso?
Eu não imaginava Grey’s Anatomy fazendo parte da minha história como atriz, não. Eu costumava correr para casa dos turnos de garçonete para assistir! E poder passar 10 anos com um personagem? Eu nem pensei que isso fosse possível. Eu quase sinto que cresci no programa. Eu aprendi muito, muito estando lá, tanto na frente da câmera quanto fora dela.
Qual é a melhor lição que você aprendeu com Jo?
A melhor lição que aprendi com Jo é provavelmente que você pode se recuperar. Ela caiu tantas vezes. Há TANTAS coisas que aconteceram com ela que a quebraram. Ela se recompôs novamente. E ela não parece a mesma. E tudo bem, isso é ótimo, na verdade! Porque ela é mais forte e mais sábia.
Eu também aprendi com ela que cuidar da sua saúde mental é fundamental. Sério. Fiquei tão inspirado por suas cenas de terapia e sua vulnerabilidade nelas.
Tradução: Equipe CLBR | Fonte.




Foi liberado ontem (25), uma entrevista concedida por Camilla Luddington ao veículo de mídia Access para divulgar Grey’s Anatomy, durante a entrevista, Luddington falou sobre JoLink, o que espera para a Jo durante a temporada 18, sobre seus filhos Hayden e Lucas e muito mais, confira abaixo juntamente com os screencaptures:

CAPTURAS | SCREENCAPS > ENTREVISTAS | INTERVIEWS > 2022 > ACCESS

CLBR208.jpg
CLBR209.jpg
CLBR210.jpg
CLBR211.jpg




Camilla Luddington é a capa da edição de dezembro da 71 Magazine e além de um lindo ensaio fotográfico, a atriz concedeu uma entrevista onde ela fala sobre seus trabalhos e sua vida pessoal, confira:

Nascida em Ascot, Berkshire, atriz Camilla Luddington gastou muito tempo na sua vida antiga viajando entre a Inglaterra e os Estados Unidos. Suas muitas experiências com pessoas, viagens e o mundo fizeram sua carreira de atriz, e isso se mostra em seu brilhante trabalho.

Mudando-se entre Inglaterra, Texas e Pensilvânia quando era adolescente, Luddington no final das contas completou sua educação na New York Film Academy, onde ela foi parte de programa de aula de teatro de um ano em 2003. Seguindo seu treinamento como atriz, ela brevemente retornou para a Inglaterra antes de se mudar para Los Angeles para correr atrás de sua carreira de atriz. Depois de estrelar no William e Kate da Lifetime (2011), ela conseguiu papéis em Californication e True Blood em 2012, e tem trabalhado nos EUA desde então.

Camilla mais notavelmente estrelou como a icônica Lara Croft na série de video game Tomb Raider (2013-2018) e igualmente a icônica Dr. Jo Wilson na série Grey’s Anatomy (2012- presente)
Grey’s tem mais de 300 episódios e já ganhou o Golden Globes de melhor série da televisão – drama (2007), como também múltiplos Emmys e indicações de Emmy durante os anos, incluindo para o Outstanding Drama Series. Juntando-se a família Grey’s em 2012 e se tornando uma personagem regular em 2013, Luddington fez Jo uma das personagens mais populares da série.
Luddington também reprisou sua premiada atuação como Lara Croft em duas continuações do videogame Tomb Raider de 2013: Rise of Tomb Raider (2015) e Shadow of the Tomb Raider (2018). Ela forneceu a voz e a captura de movimento para o personagem ao longo da série.

‘’Uma coisa que eu tenho aprendido é amar personagens, cujo cometem erros e que tem vidas muito complicadas.’’

71 Magazine teve o prazer de se conectar com Luddington que falou conosco sobre sua carreira de atriz, suas inspirações e como a atuação a impactou.

71: Quando você teve certeza que queria ser atriz e o que fez você ter essa certeza? O que te deu a confiança para ir atrás disso?

CL: Eu era muito jovem, em torno dos 4 ou 5 anos de idade, quando eu soube que atuar era o que eu queria. Eu assistia ‘’O Mundo Mágico de Oz’’ e ‘’Annie’’ repetidamente fingindo estar nesses filmes. Eu implorei minha mãe para me mandar para as aulas de atuação, mas ela resistiu por muito tempo. Eu acho que era porque ela não sabia nada da indústria e estava com medo. Por volta de 8, 9 anos de idade eu comecei as aulas e nunca me arrependi. É tudo que eu queria fazer.

71: Qual foi o papel que você mais ficou animada para fazer e por que?

CL: Antes de Grey’s Anatomy, seria Tomb Raider e Lara Croft. Era meu primeiro video game, minha primeira vez fazendo captura de movimento, e, claro, foi uma honra entrar em um papel tão icônico.

71: Há alguém com quem você trabalhou e que você admira? Quem são eles e por que você os considera um modelo a seguir?

CL: Tem muitos e por muitas razões diferentes. Eu acho que assistir Sandra Oh trabalhando é muito incrível. Ela faz tudo isso parecer fácil quando não é. Ela sempre foi tão dedicada e apaixonada até o dia que ela saiu (Grey’s Anatomy). Ela era também tão gentil e engraçada – sempre respeitosa com a equipe. Aquelas qualidades não passaram despercebidas

71: Quem esteve entre suas inspirações nas artes do cinema?

CL: Minha primeira ídola foi absolutamente Judy Garland. Eu a adorava desde jovem.
Obviamente há estrelas como Kate Winsiet que são incríveis, e eu adoro assistir novos talentos emergindo como Jung Hoeyon do Squid Game. Ela absolutamente me surpreendeu.

71: Qual impacto você está tentando fazer com seus papéis e tudo que você faz dentro e fora das telas?

CL: Eu sinto que estou simplesmente tentando fazer parte de uma grande narrativa na qual as pessoas possam se relacionar com a jornada que meus personagens percorrem. Ou entender uma experiência pela qual outros estão passando melhor. Se eu for capaz de fazer isso, fico muito feliz. Quando eu li o feedback dos espectadores ou fui abordado por fãs que disseram ” Essa é a minha história! Eu também passei por isso ” Estou muito grato por fazer parte de trazer isso para suas telas.

71: Você pode nos contar sobre a experiência trabalhando em Grey’s Anatomy e o impacto que teve em você e na sua jornada de atuação?

CL: Eu acho que uma das coisas que eu tenho aprendido é amar personagens, cujo cometem erros e que tem vidas muito complicadas.. Quando eu comecei na série, eu sempre estava esperando que Jo faria ou diria ‘’a coisa certa’’. E, claro, você quer que a pessoa que está interpretando seja feliz e sucedida – se você não torcer por eles, quem vai? Mas eu aprendi a amar todos seus altos e baixos. Seus passos em falso. Grande e pequeno. Descobri que é quando eu realmente aprenderia mais sobre ela e seria desafiado por ela. Esses são agora os personagens pelos quais gosto mais. Não estou interessado em ” perfeição”.

71: Você tem alguma história ou experiência que possa contar que surpreendeu seu eu jovem?

CL: Eu acho que contar para ‘’criança eu’’ que isso aconteceu – Eu fui para os Estados Unidos e que tenho uma carreira de trabalho constante por mais de uma década. E ignorar todas as pessoas que me disseram que era impossível.

71: Você tem algum conselho para aspirantes a atrizes como se dar bem no mundo dos negócios?

CL: Estudar. A melhor aula de atuação que eu já fiz foi Meisner. Estudar, estuda, estudar. O trabalho mostra.

71: Quais são suas instituições de caridade favoritas?

CL: Eu tenho muitas, mas eu amo Best Friends Animal Society. Eu trabalhei com eles por muitos anos e tenho dois resgates próprios. Eles fazem um ótimo trabalho para instituições de caridade menores que também precisam de ajuda de resgate.

ENSAIOS FOTOGRÁFICOS | PHOTOSHOOTS > 2021 > 71 MAGAZINE
CLBR001.jpgCLBR007.jpgCLBR005.jpgCLBR006.jpg
 




Hoje foi divulgado uma entrevista para o Entertainment Weekly onde a Camilla contou sobre a sua mundaça de cabelo para a 18ª temporada de Grey’s Anatomy e muito mais, confira:

Camilla Luddington entrou em Grey’s Anatomy na nona temporada. Agora, mais de 200 episódios depois, é seguro dizer que ela viu Jo através de muitas, muitas reviravoltas. Mas a 18 temporada encontra Jo experimentando algumas coisas pela primeira vez: ela mudou sua especialidade para obstetra, é mãe — e loira!

Ew falou com Luddington sobre a jornada de Jo e a história por trás do recomeço dela.

Entertainment Weekly: Você interpretou a Jo por muito tempo e a vou passar por muitos altos e baixos. Qual foi sua reação quando eles disseram que ela se tornaria mãe?

Camilla Luddington: Essa é a minha 10 temporada na série, então eu queria muitas coisas para Jo, tipo saber sobre o passado dela, e uma das coisas que eu sempre quis foi que ela tivesse sua própria família. Eu senti que isso era muito importante para ela. Quando eles me disseram que ela iria se tornar mãe, a primeira coisa que eu disse foi “Com quem?! Ela não está saindo com ninguém. Como isso vai acontecer?”

Inicialmente, eu estava pensando que talvez ela tivesse um doador. Mas quando eles me contaram a história, eu achei tão bonita. Fiquei feliz que ela se tornou mãe, e acho que isso realmente a influenciou a querer ser obstetra e dar à luz bebês. Esta parte de sua jornada com Luna, eu amo tanto por ela. É loucura e ela está cansada, mas acho que ela está encontrando tanta alegria todos os dias em ser mãe.

Entertainment Weekly: Também parece que, especialmente depois de vê-la ter um final feliz com Alex (Justin Chambers) apenas para que ele a deixasse, os fãs estavam esperando que ela tivesse algo assim.

Camilla Luddington:  Sim, e os términos são realmente difíceis, mas o que eu gosto nessa história é que a vida é imprevisível assim, e as pessoas deixam as pessoas, e elas terminam, e sua ideia original de onde você acha que sua vida vai às vezes toma um rumo diferente. Provavelmente há muitas pessoas que assistiram àquelas temporadas em que ela foi deixada e talvez pudessem se identificar com um término como esse e ter que reavaliar o que é importante. O que é o que ela fez: Como posso encontrar minha felicidade sem que essa pessoa esteja por perto? Acho que tem sido uma história importante para mostrar.

Entertainment Weekly: Ocorreu-me quando eu estava assistindo ao último episódio que parece que OB é uma especialidade que não vimos muito, pelo menos em comparação com os outros.

Camilla Luddington:  Concordo com você! É engraçado porque dei à luz meu filho no ano passado e sei que Jo encontra muita alegria em dar à luz bebês, mas eu, Camilla, fico tão animada entrando nas salas de parto! A alegria que você está vendo em Jo também é minha. Sinto que parabenizo os atores. Eu fico tipo, “Oh meu Deus, você vai ter um bebê hoje. Isso é tão emocionante!” [Risos] Eu mesmo estou encontrando muita alegria. Para o seu ponto, parece fresco e novo. E também é divertido vê-la ter que recomeçar. Ela está de volta ao lounge dos residentes

Entertainment Weekly: Nós a veremos aprendendo com Addison (Kate Walsh) ou é principalmente com a Carina (Stefania Spampinato)?

Camilla Luddington: No momento, é realmente a Carina. Não sei o que os escritores estão planejando no futuro. Faltam tantos episódios que não lemos, então a partir de agora é o que você está vendo, que é Carina.

Entertainment Weekly: Adorei aquela cena em que Jo estava adormecendo em um banco do lado de fora do hospital.

Camilla Luddington:  Você sabe o que há de bom nisso? Luna tem um ano e eu também tenho uma criança de 1 ano. Durante as filmagens, estou tão cansada porque ele está em dentição e ela está dentição, e então o que você está vendo é basicamente a minha vida. [Risos] Eles não precisam me fazer parecer cansada — eu fico parecendo que nunca dormi. É esse paralelo acontecendo, então [com] ela adormecendo no banco, eu fiquei tipo: “Estou ficando meio cansada apenas filmando isso”. Vou usar o método completo nesta temporada.

Entertainment Weekly: Vamos falar sobre o cabelo. Essa mudança veio de você ou da série?

Camilla Luddington:  Eu queria mudar isso. Durante o hiato, eu sempre troco meu cabelo e depois tenho que voltar. Fiquei um pouco mais loira desta vez e estava pensando: “Sinto que Jo precisa de uma mudança. Ela passou por um divórcio e agora tem um bebê.” Há muitas vezes na minha vida em que estou passando por diferentes estações em que isso se reflete na minha aparência. Posso me vestir diferente ou mudar meu cabelo.

Liguei para Krista Vernoff, nossa showrunner, e disse: “Tudo bem se eu mantiver meu cabelo mais loiro?” Enviei uma foto para ela e ela disse: “Se você vai fazer isso, quero que você fique platinada.” E eu fiquei tipo, “Perfeito! Feito.” Eu disse: “Posso deixar curto?” E ela disse: “Sim, vamos escrever.” Então eles escreveram, pois ela deixou alvejante no cabelo por muito tempo e fritou. Mas eu gosto para ela agora. Eu faço com que ela queira se sentir um pouco diferente.

Entertainment Weekly: O que te surpreendeu em interpretar esse personagem por tanto tempo?

Camilla Luddington: Não se trata de mantê-lo interessante e novo, porque a cada temporada é realmente emocionante. Os escritores sempre têm histórias que são tão surpreendentes e mudam tudo. Não há nenhum elemento de: “Ugh, como faço para manter isso interessante para mim mesmo?” Na verdade, quando você interpreta um personagem por tanto tempo, as coisas na vida deles começam a ser paralelas às suas. Quando comecei, eu estava namorando meu marido. Agora sou casada e tenho filhos e me sinto mais estável na minha carreira, e Jo está se destacando em sua carreira e tendo filhos. É como crescer com um amigo. Essa é a parte surpreendente da experiência, quando você interpreta alguém por tanto tempo. Você está tão investido.




18×04 – “With a Little Help From My Friends”
“Richard recruta Meredith e Bailey para o ajudar a lançar um novo programa. Enquanto isso, a paciente de Addison tem complicações de um procedimento e Jo ajuda uma mulher que entra em trabalho de parto prematuro”.

O episódio estreará no dia 21 de Outubro, as 22h (horário de Brasília), Stefania e Abigail estão escaladas para aparecer nele!




Grey’s Anatomy está na sua 18ª temporada e nós reunimos em um só post tudo o que você precisa saber do terceiro episódio da temporada intitulado como “Hotter Than Hell” que irá ao ar no dia 14 de Outubro na ABC. Confira:

O episódio conta com a volta da Addison Montgomery (Kate Walsh) para a série e será dirigido por Chandra Wilson!

“A ruiva favorita de Seattle retorna e enfeita os corredores do Grey Sloan com a sua experiência e conhecimento enquanto tenta ajudar Richard a ensinar o novo grupo de residentes. Enquanto Meredith tem uma decisão a tomar, Link confia em Teddy”.

2012 – GREY’S ANATOMY > SEASON EIGHTEEN > BACKSTAGE > 18X03 – “HOTTER THAN HELL”
CLBR001.jpg




Foi divulgado a sinopse e a promo do 18×02 – “Some Kind Of Tomorrow” que irá ao ar no dia 7 de Outubro na ABC, confira:

“Meredith pede conselhos a Amelia. Enquanto isso, Richard é reenergizado enquanto leva o ensino a um novo nível no hospital, e Winston trata um paciente que sofre de insuficiência renal.”




Hoje (29) foi divulgado uma entrevista do ator Richard Flood (Cormac) para o TVLine e na mesma ele citou brevemente a Camilla e sua personagem em Grey’s Anatomy, Jo Wilson. Confira abaixo:

TVLINE: Falando em voltas e reviravoltas… Sinta-se a vontade para me dizer que eu estava vendo coisas, mas… eu vi lampejos de faíscas entre Cormac e Jo na última temporada?

 Richard Flood: [Risos] Eu não sei. Quero dizer, os personagens são todos fogosos, eu suponho, então sempre parece haver faíscas saindo em todas as direções. Não importa com quem você esteja interagindo, eles são pessoas, então há faíscas. Mas eu não sei se são faíscas de romance, faíscas de amizade ou apenas faíscas de pessoas. Eles são talvez apenas duas personalidades fortes se encontrando, mas quem sabe?

TVLINE: Eu entendi isso como uma espécie de jeito do programa testar a química entre você e Camilla Luddington juntos?

Richard Flood: Não parecia um teste para mim, parecia que fazia sentido em termos da situação deles. Cormac sendo o chefe da cirurgia pediátrica e tendo Luna [futura filha de Jo] como paciente. Parecia uma evolução da história.

Grey’s Anatomy retorna com uma nova temporada amanhã (30) na ABC!

 




layout desenvolvido por lannie d. - Camilla Luddington Brasil